Trio da Iveco Usual Racing vai ao pódio em Interlagos e time entra de vez na disputa dos títulos da Copa Truck

A equipe Iveco Usual Racing conquistou quatro pódios na etapa de Interlagos da Copa Truck, disputada neste domingo. Felipe Giaffone que foi segundo na primeira prova teve atuação heróica para conquistar o terceiro lugar na segunda prova com dois milésimos de vantagem para o concorrente. O multi-campeão dos campeões também foi o maior pontuador da etapa, empatado com outro adversário.

Djalma Pivetta subiu ao pódio da Super Truck com o quarto lugar nas corridas 1 e 2. Raphael Abbate que enfrentou problemas na primeira corrida fez uma segunda prova de recuperação e conquistou o terceiro lugar na Super Truck.

O próximo compromisso da equipe de Laranjal Paulista (SP) acontece no dia 17 de setembro, em Tarumã.

As corridas

Na largada da primeira corrida Felipe Giaffone manteve a ponta, Pivetta perdeu três posições e Abbate escapou do acidente que causou o capotamento de um concorrente em plena reta dos boxes. A corrida foi interrompida para a retirada dos caminhões envolvidos.

Vinte minutos mais tarde aconteceu a nova largada, Giaffone manteve a liderança, Pivetta seguia em sétimo e Abbate era o 11º colocado após boas ultrapassagens na largada.

Nos giros seguintes Felipe Giaffone se defendia de Beto Monteiro enquanto Djalma Pivetta disputava a liderança da classe Super Truck com Jô Dias e Pedro Paulo. Na quarta volta Giaffone era o segundo colocado, Pivetta vinha com o oitavo lugar geral e em terceiro na Super Truck.

Raphael Abbate era o 13º colocado geral e sexto na Super Truck, o paulista que é o vice-líder da classe Super buscava subir na classificação para se posicionar na luta pelo título.

Nos minutos finais da prova Felipe Giaffone se mantinha na segunda colocação se defendendo dos ataques de Paulo Salustiano. Djalma Pivetta era o terceiro colocado na Super Truck e nono colocado geral.

Após dez voltas completadas em Interlagos, Felipe Giaffone que soube controlar a pressão dos adversários recebeu a bandeira quadriculada na segunda colocação. Djalma Pivetta foi 11º geral e quarto colocado na Super Truck enquanto Raphael Abbate foi o 15º colocado geral e sétimo na Super Truck.

Felipe Giaffone partiu da sétima posição pela regra do grid invertido na segunda corrida. Pivetta e Abbate partiram das posições em que receberam a bandeira quadriculada.

O multicampeão dos caminhões fez uma excelente largada e colocou o Iveco na quarta colocação da prova ainda na primeira curva. Djalma Pivetta não conseguiu escapar do incidente entre dois concorrentes e rodou, o piloto conseguiu retornar para a prova.

Raphael Abbate ganhou duas posições, conseguiu escapar dos incidentes da primeira volta e era o 13º colocado. Na segunda volta Felipe Giaffone colocou por fora de Wellington Cirino na curva do Sol, mas levou o troco.

Na sequência o piloto do bruto #4 da Iveco Usual Racing manteve a pressão e Cirino rodou na entrada do Pinheirino, com isso Giaffone subiu para terceiro.

Raphael Abbate seguia em boa prova de recuperação e já era o quinto colocado na abertura da terceira volta, uma escalada de cinco posições.

Assim como na primeira corrida, Giaffone se defendia dos ataques de Beto Monteiro e mantinha a terceira colocação. Raphael Abbate era o terceiro colocado da Super Truck.

Djalma Pivetta avançava na prova e já ocupava o 11º lugar geral e a quarta posição na classe. Enquanto isso Giaffone se defendia com muita perícia dos ataques de Monteiro, o multicampeão nos caminhões era atacado em praticamente todas as curvas, mas controlava os movimentos com muita habilidade para se manter à frente do concorrente.

A disputa seguiu a até a linha de chegada, com Giaffone conquistando o terceiro lugar por dois milésimos de segundo. Raphael Abbate também foi ao pódio com o terceiro lugar na Super Truck, assim como Pivetta que foi o quarto colocado na mesma classe.

O que eles disseram:

Primeira corrida foi bastante conturbada, com bandeira vermelha, felizmente ninguém se machucou. Acabei me envolvendo em um toque e fui bastante prejudicado na corrida 1. Na segunda prova consegui ter um bom ritmo, conquistar boas posições, subir ao pódio e encostar na briga pelo título da Super Truck.

– Raphael Abbate

“Como chefe de equipe, chegamos em Interlagos com o objetivo de colocar os três caminhões no pódio, como piloto, vejo minha evolução bem grande. Uma pena que perdi o pódio no finalzinho da corrida 1. Na segunda corrida consegui escapar da confusão e escalei de último até o pódio. Esperava um pouco mais, mas foi satisfatório o resultado. O caminhão estava muito bom e o desempenho também estava ali, foi um fim de semana produtivo para mim e para a equipe.”

– Djalma Pivetta

“Foi um domingo legal, quando saímos da pole, esperamos uma vitória. Tentei segurar o Beto na corrida 1, mas o caminhão dele estava um pouquinho melhor acertado que o meu e não consegui segurar ele. Na outra consegui por três milésimos. O fim de semana foi bacana, a pole ontem foi improvável e conseguimos sair de interlagos empatados com o Beto na classificação. Vamos para Tarumã com esperanças, o caminhão está cada dia melhor.”

– Felipe Giaffone

Compartilhe este conteúdo
Postagens recentes
Usual Brinquedos

Temos uma Equipe Comercial pronta a lhe atender.

Usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade

Join our newsletter and get 20% discount
Promotion nulla vitae elit libero a pharetra augue